Voltar

Junho nem acabou e Oral Sin inaugura sete clínicas em um único mês

O ano de 2018 tem sido muito especial para a Oral Sin Implantes. O mês de junho, por exemplo, nem mesmo acabou e sete clínicas devem ser inauguradas somente neste mês. As cidades de Natal (RN), Rio do Sul (SC), Lajeado (RS), Lucas do Rio Verde (MT) e Medianeira (PR) já passam a contar com os serviços da rede de clínicas Nº1 em implantes dentários do Brasil. As unidades de Fortaleza (CE) e Ji-Paraná (RO) abrem suas portas no dia 28 e 29, respectivamente.

Finalizando o primeiro semestre do ano, com seu término no mês junho, a Oral Sin Implantes irá registrar a abertura de 25 clínicas em todas as regiões do Brasil. De acordo com o proprietário e diretor de expansão da Rede, doutor Felipe Sapata, esse sucesso se deve ao trabalho árduo de todos os profissionais envolvidos e, principalmente, ao carinho, respeito e acolhimento da população.

“São mais de 14 anos de história transformando não só o sorriso, mas a vida dos nossos pacientes proporcionando qualidade de vida, bem-estar e autoestima. Todo esse tempo, em todos os lugares, de norte a sul do país, a Oral Sin Implantes sempre foi muito bem acolhida, o que nos dá ainda mais força para cumprir a nossa missão, de oferecer um tratamento odontológico com qualidade e acessível a todos”, destacou o doutor. Em 2018 foram registrados aproximadamente 1 milhão de atendimentos e 60 mil implantes dentários realizados.

Segundo Felipe Sapata, os números são bastante representativos e estão dentro do planejamento traçado. “É um ano de muito trabalho, mas recompensador. Além deste crescimento, também estamos aproveitando para ajustar alguns processos, melhorar ainda mais os serviços em alguns lugares do Brasil, investir em tecnologia, tudo isso pensando nos nossos pacientes”, afirmou Sapata.

A projeção para iniciar 2019 é atingir 200 unidades em todo Brasil. Entretanto, para Sapata, o mais importante é manter a qualidade dos serviços oferecidos. “A Oral Sin Implantes surgiu para mudar a história da odontologia e fazer com que todas as pessoas que infelizmente perderam seus dentes, possam voltar a sorrir com tranquilidade. É isso que estamos fazendo e vamos continuar neste caminho, porque esse é o nosso DNA”, destacou Felipe Sapata, diretor da Rede Oral Sin Implantes.