Implantes Dentários

Dedicado a quem usa uma dentadura, ponte móvel e que tenha perdido um ou mais dentes. Seu objetivo é substituir as raízes dentárias, mantendo a mesma semelhança estética em relação aos dentes

Implante dentários é um suporte ou pino de titânio, muito parecido com um pequeno parafuso, posicionados cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva. O objetivo é substituir as raízes dentárias, mantendo a semelhança estética. Uma vez colocados, os implantes permitem ao dentista confeccionar dentes substitutos (prótese), passando a funcionar como uma espécie de “raiz artificial”.
Para algumas pessoas, a dentadura e a ponte-móvel são desconfortáveis devido a pontos doloridos e a falta de adaptação. Já os implantes dentários são diferentes, porque integrados ao osso, eles oferecem mais estabilidade, potência mastigatória, melhor alimentação e segurança social, principalmente para comer e sorrir.

PERGUNTAS FREQUENTES
Qualquer pessoa pode realizar o tratamento com implantes dentários?
Sim, desde que finalizado o processo de formação óssea da face, que ocorre aproximadamente aos 18 anos. No caso de pessoas cardíacas, hipertensas, diabéticas, entre outras doenças sistêmicas, é muito importante o acompanhamento do profissional médico especialista e estar com os exames periódicos em dia.

O organismo pode rejeitar um implante?
Não existe rejeição ao implante dentário! Os implantes são feitos de titânio, um material biocompatível e totalmente aceito por qualquer organismo.

O implante dentário causa algum tipo de dor?
Ao contrário do que muitos pensam, a dor é praticamente inexistente. O tratamento com implantes dentários é totalmente seguro. Além disso, hoje, através da Sedação Consciente é possível realizar todo procedimento cirúrgico dormindo, já que apenas diminui-se o nível de consciência do paciente, sem afetar a respiração, estímulos ou comandos verbais.

Quais os principais cuidados o paciente deve ter?
Durante os primeiros meses é preciso explorar alimentos mais moles, como peixes, massas, sopas, legumes, entre outros. Nos primeiros dias, o paciente também pode recorrer a analgésicos e anti-inflamatórios, desde que prescrito pelo dentista.

É preciso alguma manutenção após o tratamento de implantes?
O recomendando é visitar seu dentista a cada seis meses, para o controle clínico, avaliações e limpeza profissional. Além disso, também é essencial uma higienização rotineira, tanto da prótese, como dos implantes.

Implante dentário causa mau hálito?
Assim como o dente natural, o implante dentário também precisa de uma higienização constante. Os cuidados são os mesmos para evitar tanto o mau hálito, como outras doenças. Uma boa escovação e o uso correto do fio dental são determinantes para a saúde do seu sorriso e a longevidade do tratamento.

Agende agora sua avaliação!


Vem para a Oral Sin

Na ORAL SIN IMPLANTES você faz uma avaliação, onde o profissional especialista traça um planejamento com a melhor alternativa para seu caso específico. Utilizamos tomografia computadorizada para simular as etapas cirúrgicas.

O procedimento é guiado pela técnica mais avançada, sendo seguro, simples, eficaz e realizado na própria unidade ORAL SIN IMPLANTES, preparada para receber você!